fbpx

REALIZAÇÃO

Um verdadeiro Iniciado nos Grandes Mistérios da vida (que é a verdadeira Eubiose), não interpreta as cousas através da letra que mata, e sim, do Espírito que vivifica… (Prof. Henrique José de Souza)

REALIZAÇÃO

por Prof. Henrique José de Souza

 

Não falta quem julgue que REALIZAÇÃO não é mais do que empregar métodos(ou Yogas) apropriados a alcançar poderes para ser feliz, quando a verdadeira felicidade está em encontrar a Deus em seu Homem interno.

Não fez Ele o homem a sua semelhança? Logo, o homem deve se igualar a Deus em Perfeição e Inteligência. Adepto ou Homem Perfeito é o nome que se dá àquele que está em condições de guiar os demais à Suprema Síntese que é a SUPERAÇÃO da Alma, ou que a liga ao Espírito.

Na Mitologia Grega Psyké anda em busca do seu bem amado Eros. Psyké ou alma tanto vale. E Bem-Amado o Espírito, a Consciência Imortal, o Deus feito carne e transformado em Espírito. Sim, “Busca dentro de ti mesmo o que procuras fora”.

A Yoga é como a prece; sem sentir Deus em si mesmo, jamais o discípulo se tornará um Adepto.

Quereis uma prova mais definidora do que acabamos de expor? Ela está na sentença filosófica: “Aquele que ultrapassa o Akasha é fonte de toda Riqueza.

Mas que vem a ser Akasha? Dá-se o nome de Akasha ao segundo Trono ou a parte que separa o mundo divino do terreno. Na Cabala é o “Quod superius sicut quod inferius”. Nesse caso, atravessando discípulo o mundo que medeia o terreno do divino, neste se acha.

O termo KAKIM, que se divide em três e não em dois, como julgam certas escolas decadentes, apresenta-nos: o KA para o mundo terreno, o AK para o Akasha como sua própria radical. E o KIM, o mundo Divino.

Esse exemplo também equivale às 3 Gunas ou qualidades de matéria: TAMAS, Rajas e SATVA, cujas cores são: Vermelho, Azul e Amarelo. Com elas também se forma a Divina Tríade obedecendo às mesmas cores: Atmã (amarelo), Budhi (azul) e Manas (vermelho).

Quando se diz que Moisés atravessou, com seu povo, e a pé enxuto o Mar Vermelho, não passa de uma alegoria. Sim, porque o Manu, que foi Moisés, como Guia de um Povo, não podia permitir que aquele tocasse na matéria vermelha ou tamásica do mundo, por isso devia passar a pé enxuto.

As más interpretações dos livros sagrados, inclusive a Bíblia, o Corão, o Talmude outros muitos, conduzem à Superstição e ao Fanatismo.

Um verdadeiro Iniciado nos Grandes Mistérios da vida (que é a verdadeira Eubiose), não interpreta as cousas através da letra que mata, e sim, do Espírito que vivifica.

Jesus que era um Iniciado ensinava tamanha verdade. Ensinava também que “Quanto à Ciência do Bem e do Mal não é dado aos homens entender mas tão somente ao meu Pai”.

Fora disso, acontece como ao poeta patrício ao dizer:

Deus, ó Deus onde estás que não respondes?

Em que mundo, em que estrela tu te escondes Embuçado nos céus.

Há dois mil anos te enviei meu grito, etc. …

Sim, há dois mil anos, referindo-se ao Cristianismo, que não soube ensinar onde encontrar a Deus. E assim, o grito fica sem resposta.

Do mesmo modo aquele outro poeta francês ao dizer:

Sicrate Ia cherché au beaux de le Grèce

Platon a Sunium, Ia cherché aprés lui

Deux mille ans sont passes

Je Ia cherche auj’ourdui

Deux mille ans passeront et lesengants des hommes

Ia chercheront encore

Quantos saíram das fileiras de nossa Obra para encontrarem a Realização fora e não dentro de si mesmo, deixando-se levar por filósofos fanáticos pouco importa a fama que ainda levam, morrendo todos enigmaticamente.

Sim, uns gritando por Kundalini. Outros, por Fohat, dezenas deles se unindo à Mãe Divina, sem saberem interpretar, a palavra, quando se trata do segundo Trono, onde se acha a Grande Maia ou Mãe Divina.

Infelizes dos que preferem subir a escada da Vida por degraus tortuosos em vez de o fazer, pelos retos e luminosos em cujo final se acha o Mágico Triângulo da Iniciação, que é o da Mônada Divina, a Consciência Imortal, o Deus de cada Homem, que o mesmo Jesus quando a Ele se referia, assim dizia: “O meu Pai e o vosso”. Porque não dizia ele, nosso Pai?

Publicado originalmente em Dhâranâ nº 07/08

Copyright© Sociedade Brasileira de Eubiose® – SBE

Todos os direitos reservados.

Proibida alteração no texto. Permitida a reprodução, desde que sejam citados fonte e autor.

 

Compartilhe este post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você não é membro e quer conhecer nosso curso introdutório de Iniciação Peregrino clique no botão abaixo.