Artigos

Evolução e Karma

Os seres humanos, durante suas várias existências, percorrem um itinerário específico, até atingirem a sua completa evolução.

Os seres humanos, durante suas várias existências, percorrem um itinerário específico, até atingirem a sua completa evolução.

Esse itinerário de IO é simbolizado por uma curva, à linha de descida damos o nome de Pravriti Marga, a descida da mônada aos planos mais densos da manifestação, onde o ser realiza o caminho da energia pura ou inconsciência para a semi - consciência (nosso estágio atual), e o de Nivriti Marga que já é a ascensão à consciência superior ou espiritual, rumo ao princípio crístico universal ou Atmã.

Esses dois caminhos, de descida e de subida, estão muito bem representados pelo simbolismo da serpente que morde a própria cauda, o Oroboros, que nada mais é do que a volta do filho pródigo ao lar paterno ou o final da evolução, ao seio do Pai, Deus, Brahma, Heovah, Ainsoph, etc., origem de tudo e de todos.

O plano arquetipal (da criação) prevê as diretrizes gerais da evolução dos sistemas. As experiências desenvolvidas ao longo desses sistemas são as mais diversas, sendo mesmo impossível prever tudo o que irá ocorrer no futuro, devido à Lei do Livre Arbítrio, e por isso as profecias se transformam em fator relativo à Lei do Karma de uma pessoa, família, cidade, nação ou o mundo inteiro.

O Karma, como lei básica, é que controla o suceder dos fatos, como Lei da ação e reação, qual espelho, reflete toda e qualquer atividade, reagindo de acordo com o seu valor (real ou falso). Assim, quando a ação for positiva, evolucional, o Karma reage positivamente, criando situações favoráveis, às quais o vulgo chama de "sorte". Se, porém, a ação for negativa, involucional, o Karma reage negativamente, causando aquilo que o vulgo chama de "sofrimento, dor".

Conhecedores dessa Lei que rege tanto a natureza como os seus reinos, é que depreendemos ser de suma importância a qualidade das nossas ações, pois conforme a máxima popular: Quem semeia ventos, colhe tempestades.

Atualmente, chegamos ao estágio mais denso, ou seja, estamos no 4º dentre os sete sistemas de evolução – justamente o ponto mais baixo da curva evolucional, onde as experiências foram levadas ao extremo de suas possibilidades, onde o mental discursivo ou mental concreto ganhou seu pleno desenvolvimento, fazendo com que tudo seja entendido pela experimentação, pelas provas.

Ora, o mental concreto nada mais é do que um dos sete princípios do homem, sendo que existem quatro inferiores: físico, vital, emocional e mental concreto; e três superiores formando um triângulo, símbolo da própria divindade: Mental Abstrato, Budhi ou Intuição direta e Atmã, o princípio mais elevado do homem.

Nos três sistemas passados, os seres humanos já desenvolveram os três primeiros princípios inferiores, e no momento evolui o mental racional.

Então, evoluir é transformar a nossa vida, apenas em energia (selvagem, instintiva, cega), em vida consciente, sabendo qual a meta a alcançar, trabalhando arduamente o nosso interior a fim de atingir a realização plena.

Estaremos desse modo, à semelhança de Deus, segundo as várias tradições e religiões.

Amigo leitor, a vida não é simplesmente o suceder dos fatos cotidianos relativos aos nossos afazeres ou funções particulares. Existiu um início e existe uma finalidade a alcançar, o único meio que nos mostra o caminho a seguir é a iniciação.

 

 

Publicado originalmente no jornal Folha da Tarde
 

 

Coyright© Sociedade Brasileira de Eubiose® - SBE 

Todos os direitos reservados.

Proibida alteração no texto. Permitida a reprodução, desde que sejam citados fonte e autor.

 

.

Pensamentos

"Um verdadeiro iniciado nos grandes mistérios da vida não interpreta as coisas através da letra que mata, e sim, do espírito que vivifica." Henrique José de Souza
"A aquisição da Verdade é o mais alto dos ideais humanos." Henrique José de Souza
"A evolução humana jamais se faria se o Verbo se manifestasse proferindo sempre as mesmas palavras." Henrique José de Souza
"Spes messis in semine: A esperança da colheita reside na semente(Lema da Sociedade Brasileira de Eubiose)". Henrique Jose de Souza
"O verdadeiro amor jamais se cansa de espalhar o bem onde quer que ele se faça necessário." Henrique José de Souza
"Não se ensina ou inicia alguém começando pelo fim, e sim, como este nome o diz, pelo começo." Henrique José de Souza
"A malícia é a criadora da censura." Henrique José de Souza
"O verdadeiro homem é aquele que não fica radicado nas mesmas idéias." Henrique José de Souza
"Vontade, Inteligência e Amor. Para a Eubiose, a harmonia destes três princípios é a base da evolução." Henrique José de Souza
"Eubiose é a ciência da vida. E, como tal, é aquela que ensina os meios de se viver em harmonia com as Leis da Natureza e, consequentemente, com as Leis Universais, das quais as primeiras se derivam. Henrique José de Souza
"Um livro tanto pode ser um poderoso auxiliar como um formidável destruidor de tua mente: tem cuidado na sua escolha."   Henrique José de Souza
"A verdadeira força não é a do mar em fúria, que tudo destrói, mas do rochedo, impassível, que a tudo resiste." Henrique José de Souza
"O ritmo é ordem, e somente pela ordem tudo se pode alcançar." Henrique José de Souza
"Reconstruir é o brado que nos compete! Sim, reconstruir o homem, o pensamento, a moral, os costumes; reconstruir o lar, a escola, o caráter, para que o cérebro se transmude ao lado do coração. Só assim a Humanidade se tornará digna do estado de consciência que é exigido pela Nova Civilização." Henrique José de Souza
"Toda profissão é sacerdócio ou comércio, segundo seja exercida pelo altruísmo ou pelo egoísmo."   Henrique José de Souza
"Eubiose é a ciência da integração do homem com o todo como fator equilibrante." Henrique José de Souza
"O homem trazem si mesmo o dínamo gerador de suas dores e alegrias: a mente." Henrique José de Souza
"Nos números, nos sons e nas cores estão contidos todos os mistérios da manifestação." Henrique José de Souza
"A verdade não seria reconhecida se não existisse a mentira, nem o amor sem a manifestação do ódio." Henrique José de Souza  
"Escola, Teatro e Templo. Eis a trilogia iniciática." Henrique José de Souza
"É dever do discípulo, por amor e respeito ao próprio Mestre, possuir a maior vigilância dos sentidos para não fazer sofrer aquele que lhe serve de guia na espinhosa vereda da iniciação." Henrique José de Souza
" A crítica, quando despojada de seus aspectos negativos, torna-se a mais poderosa tribuna do aperfeiçoamento." Henrique José de Souza
"Muitas das leis da Natureza são tão simples que a maioria das criaturas não lhes dá a menor atenção." Henrique José de Souza
"A humanidade é infeliz por ter feito do trabalho um sacrifício e do amor um pecado." Henrique José de Souza
"Grande é aquele que deseja instruir-se; maior o que se instrui; porém muito maior, o que oferece seus conhecimentos aos demais." Henrique José de Souza

Agenda

Ver todo o calendário completo

Departamentos Próximos

Como participar

Escola-Teatro-Templo. O trinômio representa, em toda a sua síntese, a didática e processo de iniciação eubióticos. Aprender Eubiose é conhecer, vivenciar e vivificar.

Continua